Alterações Renais na 3 Idade

Como prevenir esta doença? Um em cada dez adultos sofre de doença real crónica

DIA MUNDIAL DO RIM

A doença renal crónica continua a aumentar anualmente e estima-se que possa ser a 5ª principal causa de morte em 2040.

O rim ocupa um lugar muito relevante no processo e nas consequências do envelhecimento. A doença renal crónica é um problema comum a nível mundial, estimando-se que um em cada dez adultos em todo o mundo possam sofrer de doença renal crónica que, se não for tratada, pode ser mortal. A deteção precoce pode prevenir a morbilidade e mortalidade e por isso a ORPEA em Portugal pretende aumentar o conhecimento sobre este problema.

À medida que envelhecem, os seniores experienciam alterações no funcionamento do seu sistema urinário, principalmente nos rins e na bexiga, afetando muito o seu dia-a-dia.

Qual é a principal função dos rins para o organismo?
A principal função dos rins é filtrar os resíduos e toxinas que são expelidos com a urina. Eles ajudam na regulação da composição do sangue e mantêm o equilíbrio de eletrólitos e fluidos no corpo. Numa pessoa com envelhecimento saudável, a função renal permanece normal. No entanto, o aparecimento de doença ou medicamentos relacionados pode afetar o funcionamento normal desse órgão vital em maior ou menor grau.

Duas das principais alterações nos rins que podem ocorrer com a idade são:
– A redução do tecido renal, chamada “atrofia”, devido a doenças (como a Diabetes) ou agressão por fatores externos (por exemplo, alguns medicamentos);
– Noutros casos, os vasos sanguíneos que irrigam os rins podem ficar mais rígidos. Isso faz com que os rins filtrem o sangue mais lentamente.

Algumas das alterações que os seniores podem experimentar na bexiga são:
– A parede da bexiga modifica-se, o tecido elástico endurece e a bexiga torna-se menos elástica. Neste caso, a bexiga não pode conter tanta urina como antes;
– Os músculos da bexiga enfraquecem.

É importante ter em consideração que em idades mais avançadas, a desidratação ocorre com mais facilidade, já que os seniores costumam ter menor sensação de sede. E para o correto funcionamento do sistema renal, a hidratação é fundamental. Além disso, a desidratação também pode ser agravada se for reduzida a ingestão de líquidos na tentativa de diminuir os problemas de controlo da bexiga.

Quando se trata de prevenir doenças do rim, a água é sem dúvida a melhor alternativa, pois é muito importante que nosso corpo se mantenha hidratado, desta forma teremos menos oportunidades de adquirir infeções ou problemas relacionados. Para além disso, não devem ser tomados medicamentos que não sejam indicados pelo seu médico, dado que alguns, podem ser tóxicos para o rim se tomados de forma incorreta (por exemplo, anti-inflamatórios).

A comissão de organização do Dia Mundial do Rim declarou 2022 como o ano da “Saúde Renal Para Todos”, com o objetivo de aumentar o conhecimento sobre a doença renal, o seu desenvolvimento e evolução, ao nível da população em geral, melhorando desta forma o cuidado dos nossos rins.

Todos os profissionais de saúde da ORPEA em Portugal pretendem informar e consciencializar o público em geral para que todos possam cuidar dos seus rins e prevenir o desenvolvimento ou a progressão da doença renal, minimizando assim o impacto deste problema na saúde pública.