O que é a Astenia Primaveril?

O que é a Astenia Primaveril?

A astenia da primavera tende a afetar mais as crianças e os seniores porque são mais sensíveis às mudanças hormonais e ambientais.

Com a chegada da primavera vem também o aumento da temperatura, a mudança no tempo e os dias com mais horas de luz. Todos estes fatores fazem com que os nossos biorritmos sofram e se traduzam pelo que é conhecido como astenia da primavera que afeta acima de tudo crianças e seniores.

O nosso corpo segrega beta-endorfinas, responsáveis por gerar a sensação de bem-estar. As mudanças ambientais da primavera fazem com que a geração dessas beta-endorfinas fique fora de controlo e esta descompensação pode causar em algumas pessoas irritabilidade, nervosismo, tristeza, cansaço, ansiedade, apatia e até problemas em adormecer. Estes sintomas atingem cerca de metade da população e geralmente duram entre uma a três semanas, dependendo do tempo que cada pessoa precisa para se adaptar.

Dicas para uma melhor adaptação
A astenia da primavera não é uma doença, mas um distúrbio adaptativo temporário. Embora não exista tratamento, as dicas a seguir ajudam a uma melhor e mais rápida adaptação e a aliviar os sintomas associados à chegada da primavera:

– Estabeleça e respeite algumas rotinas. Os horários das refeições devem coincidir todos os dias, bem como a hora de dormir e acordar. Se quando for dormir ainda não estiver escuro, baixe as persianas para enganar o seu corpo e promova um descanso melhor. E, acima de tudo, tente dormir pelo menos sete horas;

– Mantenha uma dieta saudável e equilibrada que lhe dará energia suficiente para lidar com a astenia da primavera. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda fazer cinco refeições por dia, que devem conter alimentos frescos da estação. E muito importante: esqueça os alimentos hipercalóricos tão necessários no inverno para combater o frio e opte por aqueles que fornecem energia: nozes, bananas, legumes, cereais, peixe azul rico em ómega 3, massa, chocolate, etc. Além disso, alimentos ricos em vitamina C (vegetais crus, como pimentos ou tomate e frutas cítricas ou kiwi) reduzem a sensação de cansaço;

– Uma hidratação correta vai ajudá-lo a combater o aumento das temperaturas e, portanto, deve beber pelo menos dois litros de água por dia;

– A prática de exercício físico liberta endorfinas e ajuda a enfrentar a astenia da primavera com melhor humor. Além disso, ajuda a regular os biorritmos do seu corpo mais cedo;

– Aproveite o seu tempo de lazer para fazer com que o seu corpo gere endorfinas, o que lhe dará um bom humor para enfrentar a astenia da primavera.

E, como regra geral, evite hábitos de vida prejudiciais à saúde, como fumar ou abusar de bebidas alcoólicas, açucaradas e estimulantes.

A astenia da primavera tende a afetar mais as crianças e os seniores, porque são mais sensíveis às mudanças hormonais e ambientais. De qualquer forma, se os sintomas persistirem ao longo do tempo, consulte um especialista.