Recomendações do grupo Orpea para os seniores nas alturas de maior calor

Com a chegada do verão, as altas temperaturas e ondas de calor aparecem, podendo chegar aos 40º C. Perante este fenómeno meteorológico é importante que os seniores (e crianças), que são os mais afetados pelo calor, tenham em consideração certas recomendações para evitar a insolação.

Os idosos têm maior risco de sofrer uma insolação por terem uma menor sensação de calor e sede, o que pode levar à desidratação e falhas no funcionamento do corpo (rins, coração, cérebro…). Para evitar todas estas complicações causadas pelo excesso de calor, os especialistas da ORPEA fazem as seguintes sugestões:

  • Beba água e outros líquidos com frequência, mesmo que não tenha sede e não pratique atividade física. O consumo recomendado de líquidos (água, sumos, chás, leite, etc.) é de dois a três litros por dia;
  • Evite o consumo excessivo de bebidas com álcool, cafeína ou com grandes quantidades de açúcar, pois favorecem a perda de líquido corporal;
  • Evite a exposição ao sol ou a realização de qualquer atividade física ao ar livre durante o horário central do dia (das 12h00 às 17h00 horas);
  • Mantenha a casa e os quartos adequadamente ventilados e climatizados;
  • Faça refeições leves que ajudem a hidratação, como saladas, frutas ou legumes, e que evitem uma digestão pesada. É aconselhável comer cinco a seis vezes por dia, mas em pequenas quantidades;
  • Use roupas e acessórios leves, folgados e respiráveis e que protejam do sol, como óculos ou chapéu;
  • Não deixe ninguém dentro de um veículo estacionado com as janelas fechadas.

Como agir perante uma insolação:

Os principais sintomas que podem alertar para uma insolação são, entre outros, o aumento da temperatura do corpo, vermelhidão da pele sem motivo, aumento da frequência cardíaca, tonturas, dor de cabeça, náuseas e fraqueza.

Estes são sinais frequentes também noutros processos patológicos, por isso nem sempre são facilmente reconhecidos. Embora os especialistas recomendem que, coincidindo com períodos de altas temperaturas, considere sempre a possibilidade de uma insolação. Perante uma possível insolação, é essencial visitar o médico. E enquanto espera pelos profissionais de saúde, tente diminuir a febre com panos de água fria aplicados na testa, pescoço ou pulsos, deite-se com as pernas levantadas e beba muitos líquidos.

preparação gaspacho orpea

Altas temperaturas fazem com que o apetite diminua, principalmente nos seniores. Para combatê-lo, é aconselhável pensar em menus menos calóricos, mas mais ricos em vitaminas, sais minerais, fibras e água. Nesse sentido, o gaspacho é uma refeição ideal para o verão e para os tempos mais quentes.

O ingrediente principal é o tomate, um alimento com pouco conteúdo energético, uma vez que aproximadamente 95% da sua composição é água. O seu baixo índice calórico deve-se ao seu baixo nível de hidratos de carbono, proteínas e gorduras. No entanto, é rico em vitaminas e minerais. A vitamina mais presente é a C, que é vital para a saúde do cérebro, pois melhora o humor, reduz o stress e a ansiedade, ajuda a combater a depressão e reduz os sintomas de fadiga. Também promove o fluxo sanguíneo e melhora a pressão sanguínea, ajudando a prevenir doenças cardiovasculares.

Prepare o gaspacho

As proporções são indicativas, pois cada Chef dá um toque especial de acordo com os seus gostos:

  • – 1 Kg de tomate maduro;
  • – ½ pimento verde italiano;
  • – ½ pepino;
  • – 1 dente de alho;
  • – 50 ml de azeite extra virgem;
  • – 20 ml de vinagre de xerez.
  • – 250 ml de água;
  • Uma colher de chá de sobremesa de sal.
  • Opcional: pão duro para engrossar.