Residência Orpea Flavicórdia promoveu iniciativa sobre geriatria para profissionais

“Envelhecimento em Portugal”, “Atividade Clínica em Geriatria” e “Programas de Reabilitação Pós-COVID-19” foram alguns dos temas abordados nesta iniciativa que viu as suas inscrições e lotação esgotada

No dia 26 de Junho, a Residência ORPEA Flavicórdia em Chaves, abriu as suas portas com o objetivo de dar a conhecer a equipa, o seu modelo de trabalho diferenciador, bem como as instalações e as terapias usadas para melhorar a autonomia e a qualidade de vida dos residentes.

Durante a manhã, os diferentes técnicos e especialistas da Residência apresentaram vários temas relacionados com o envelhecimento da população, a atividade clínica geriátrica, a reabilitação pós COVID-19 e os cuidados diferenciados. Foi realizada uma apresentação, pela Chefe de Cozinha do Centro, da inovadora técnica de comida texturizada, acompanhada de um “show cooking” e um menu de degustação de texturas.

As jornadas foram encerradas com uma apresentação dinâmica de um Atelier Sensorial, elaborado, em materiais reciclados, pelos Residentes e equipa de Animação sociocultural da Residência.

As jornadas contaram com a presença de vários profissionais de diferentes entidades (Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, Centros de Saúdes de Chaves, Escolas Secundárias de Chaves, Escola Superior de Enfermagem CVP Alto Tâmega, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro) e decorreram de forma bastante dinâmica com várias intervenções dos participantes.

A tarde seguiu muito animada, nos terraços da Residência, com a atuação de um duo musical.

Esta iniciativa insere-se na missão do Grupo em manter uma dinâmica constante de partilha de conhecimentos entre os colaboradores e profissionais da área, seja através de ações de formações, sessões participativas e práticas bem como através de sessões de esclarecimento.

A inovação é um dos principais pilares da política da ORPEA e por isso a contínua formação das equipas é fundamental. O Grupo reúne profissionais especializados em geriatria e saúde: enfermeiros, fisioterapeutas, assistentes sociais, psicólogos, terapeutas ocupacionais, animadores, entre outros. Equipas que trabalham todos os dias com a missão de cuidar e apoiar aqueles que decidiram viver numa residência ORPEA para que possam desfrutar de maior bem-estar, qualidade de vida, cuidados e experiências e isso reflete-se na liderança do Grupo no setor.

No âmbito da contingência COVID-19 e de forma a garantir o cumprimento de todas as normas de segurança em vigor, as inscrições foram limitadas a 30 pessoas e a iniciativa teve a sua lotação esgotada.