orpea aenor certificado

Residências ORPEA obtêm certificado aenor portugal pelos seus protocolos perante a covid-19

À semelhança do ano passado, todas as residências da ORPEA em Portugal, receberam o “Certificado de protocolos de atuação contra a COVID-19” pela AENOR Portugal. Às residências juntam-se a Clínica de Reabilitação Giesta em Chaves e o Hospital Nossa Senhora da Arrábida. Este selo valida os procedimentos e planos de contingência, que são garantia de segurança tanto para os residentes e respetivas famílias, como para os profissionais de cada unidade.

Em constante formação e usufruindo da experiência do Grupo que opera a nível mundial, todos os profissionais ORPEA garantem diariamente o estrito e exigente cumprimento de todos os protocolos desenvolvidos para fazer face à contenção e propagação do vírus Covid-19 tornando-se numa referência no setor, na luta contra a pandemia em Portugal.

A certificação atribuída por uma entidade credenciada e com pessoal técnico altamente qualificado como a AENOR Portugal, através de um processo de auditoria externa efetuado a todas as unidades ORPEA, é o reconhecimento do compromisso do Grupo em proteger e cuidar da saúde e bem-estar de todos os seus residentes e profissionais que os cuidam, bem como proporcionar tranquilidade às respetivas famílias. Os resultados extremamente positivos obtidos pela auditoria comprovam a exímia aplicação dos procedimentos e planos de contingência, desde o início da pandemia.

“A ORPEA em Portugal pretende ser a referência máxima no sector, não só ao proporcionar os melhores cuidados de saúde aos seus residentes e utentes como também a garantir elevados padrões de segurança. Principalmente numa altura como a que vivemos atualmente, executar e aplicar de forma exemplar todos os protocolos é um fator fundamental para a tranquilidade dos seniores e confiança das respetivas famílias. Receber mais uma vez este certificado garante-nos que estamos no caminho certo, que proporcionamos cuidados de excelência em ambientes seguros, regulados por elevados padrões de qualidade”, afirma o Diretor Operacional ORPEA Portugal, Frederico Vidal.

Os protocolos implementados nas residências, certificados pela AENOR Portugal, respeitam os critérios e recomendações das autoridades sanitárias competentes e permitem que os cuidados prestados sejam seguros e de qualidade.

Foto: Luís Dias, Diretor Regional das Residências ORPEA Portugal e o Diretor Operacional ORPEA Portugal, Frederico Vidal.