Centros Orpea começam a vacinar os seus residentes contra a gripe

A vacinação contra a gripe é mais importante do que nunca, este ano esta epidemia sazonal coincidirá com a pandemia do COVID-19
 
Para assegurar a máxima cobertura entre os seus residentes, a ORPEA já solicitou 100% das vacinas necessárias para iniciar a vacinação nos primeiros dias de frio, de forma a proteger os seus residentes das complicações que esta doença pode causar, principalmente no contexto atual.
 
A gripe é um importante problema de saúde pública, com elevada taxa de mortalidade. Embora na população em geral se estime que afeta entre 10 a 20%, nos seniores institucionalizados essa percentagem pode chegar aos 50%. Portanto, é imprescindível a vacinação deste grupo que, em alguns casos, apresenta múltiplas patologias e está mais suscetível a problemas decorrentes da gripe (pneumonia e / ou descompensação das patologias de base e encaminhamentos para urgências e internações hospitalares).
 
Prevenir é o primeiro tratamento da gripe:
 
“Com a vacinação evitamos as complicações que às vezes esta doença acarreta. O nosso objetivo é conseguir uma elevada percentagem de vacinação. Dessa forma, a incidência da gripe será bastante reduzida, e o diagnóstico diferencial entre os dois (gripe e coronavírus) será mais fácil, pois poderemos distinguir melhor se uma pessoa tem uma patologia ou outra. Assim estaremos bem preparados para este outono e inverno”, explica a Diretora de Saúde da ORPEA Ibérica, Victoria Pérez.
 
Todos os anos, no mês de setembro, a ORPEA encarrega-se de informar os residentes e os seus familiares, da administração das vacinas e disponibilizá-las nas próprias residências. Este ano, esta campanha de sensibilização para residentes, familiares e profissionais dos centros tem sido mais incisiva, pois as pesquisas mais recentes consideram que a imunização contra a gripe pode prevenir complicações futuras em caso de contrair o coronavírus. Portanto, “o envolvimento de todos é importante”, alerta a Diretora de Saúde da ORPEA.
 
A vacinação entre os profissionais de saúde
 
O principal método de prevenção da gripe e das suas complicações graves é a vacinação contra a gripe. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda a sua administração anual a seniores e doentes crónicos, mas também aos profissionais de saúde “para proteger a sua saúde, da sua família e a dos residentes”, indica a Dr. Pérez.
 
Uma proporção significativa de profissionais de saúde é infetada durante todo o ano, principalmente no inverno. Portanto, “é necessário que eles sejam vacinados como medida de autoproteção e para evitar serem a causa de transmissão nos seniores que estão sob os seus cuidados e também dos seus colegas de profissão”, especifica a Diretora de Saúde da ORPEA.